5 de nov de 2011 ÀS 01:51 | ATUALIZADO EM 5 de nov de 2011 ÀS 01:51

'Transgênero pode ter uma profissão digna', diz modelo comparada a Lea T.

Carol Marra, 23 anos, chamou a atenção na passarela no Minas Trend.
Modelo se define 'transgênera' por adotar comportamento feminino.

Carol Marra desfila no Minas Trend Preview, em Belo Horizonte. (Foto: Agência Fotosite)Carol Marra desfila no Minas Trend Preview, em Belo Horizonte. (Foto: Agência Fotosite)
A modelo Carol Marra chamou a atenção nas passarelas do Minas Trend Preview, em Belo Horizonte. Ela se define transgênera, diz que se sente feminina e evita divulgar o nome de registro. A recente carreira em catálogos e desfiles de grifes é motivo de orgulho. “É uma oportunidade de mostrar que o transgênero pode ter uma profissão digna e não aquela visão que a sociedade tem de marginalidade”, disse.

As primeiras fotos como modelo profissional foram feitas há um ano. Nas passarelas, o trabalho é ainda mais recente, com cerca de sete meses. Na semana da moda em Minas, Carol Marra representou várias marcas, ao lado de profissionais renomados. Para ela, uma vitória. “No Minas Trend, pela primeira vez, uma transgênera. Estou muito feliz. É um espaço que eles estão dando, que tenho que abraçar”.

A mudança de atitude e o comportamento feminino, segundo a modelo, vêm da infância. Conta que já tinha visual andrógeno e que despertava dúvida nas pessoas. “Isto é menina ou menino”, já ouviu algumas vezes. A comparação com a top transexual Lea T., revelada no Fashion Rio, não a desagrada. Pelo contrário, diz que as comparações são inevitáveis e que só tem recebido carinho.

Na passarela, segundo Carol Marra, o único incômodo é usar sapato apertado. “Estou com os dedos dos pés todos feridos, salto imenso. Calço 38 e tenho que calçar sapato 37”, disse. Ela tem 1,79 de altura, cintura 63, quadril 88 e 81 centímetros de busto. Mudanças no corpo e cirurgia não estão nos planos atuais. "Não tenho o que alterar no meu corpo. Ele já é muito feminino", afirma.

Curta a página do Mr. Closet! no facebook e siga o @Mr_Closet no twitter

0 comentários: