24 de mai de 2012 ÀS 00:23 | ATUALIZADO EM 24 de mai de 2012 ÀS 00:23

Carol Marra, transexual participa de edição do Fashion Business na Rocinha

Modelo diz que ainda há preconceito no mundo da moda.
Preta Gil diz que desfile desta quarta-feira é uma quebra de tabus.


DA REDAÇÃO

Carol Marra (Foto: Juliana Guterres)Carol Marra deixa a passarela após o desfile (Foto: Juliana Guterres)
O desfile do estilista Victor Dzenk na 20ª edição do Fashion Business foi marcado pela quebra de preconceitos. Realizado na manhã desta quarta-feira (23), no complexo esportivo da favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio, o evento contou com a presença de uma modelo transexual e moradores da própria comunidade.

“O preconceito ainda existe, não é nada fácil. É como matar um leão por dia”, afirma a modelo Carol Marra, 24 anos, que trabalhava como produtora de moda antes de desfilar em passarelas.

Para ela, aos poucos a visão das pessoas sobre sexualidade está mudando, mas ainda há um longo caminho a ser percorrido. “Estão começando a me respeitar e quero que me vejam como uma profissional e não como uma transexual”.

Segundo Carol, mesmo que de forma discreta, as pessoas ainda olham de forma diferente quando sabem que ela é transexual. "O olhar dessas pessoas é diferente, é maldoso", disse a moça, sem citar nomes.

Preta Gil cantou Alegria, Alegria no desfile (Foto: Janaína Carvalho)Preta Gil cantou Alegria, Alegria no desfile
(Foto: Janaína Carvalho)
Desde criança, a vida de Carol foi cheia de desafios e obstáculos a serem superados. “Quando era pequena me tratavam como menina e minha mãe precisava dizer que eu era filho e não filha. Não frequentava o banheiro, pois ficava constrangida”, afirma a modelo, que atualmente diz ter uma vida excelente nas passarelas.

Cerca de 20 modelos participaram do desfile do estilista, que teve como tema a Tropicália. O evento aconteceu ao som da canção "Alegria, Alegria", de Caetano Veloso, que ganhou uma versão especial da cantora Preta Gil.

“Isso aqui é tudo muito oportuno. Sou filha do Tropicalismo, não só geneticamente. Hoje, aqui, estamos quebrando muitas ditaduras, muitos tabus”, afirmou Preta.

Carol Marra (Foto: Felipe Assumpção/AgNews)Carol Marra (Foto: Felipe Assumpção/AgNews)
Carol Marra (Foto: Felipe Assumpção/AgNews)Carol Marra (Foto: Felipe Assumpção/AgNews)

0 comentários: